17 de set de 2013

17/09/2013 - Exército monta duas bases de acampamento em Sinop - MT


Operação Onda Verde visa combater o desmatamento da floresta
FONTE: Midia News/Arquivo - MARCIO CAMILO DA REDAÇÃO

Cerca de 200 homens do Exército brasileiro estão em Sinop para reforçar a operação “Onda Verde”, que visa combater o desmatamento da Amazônia Legal. A operação, desencadeada pelo Governo Federal, ocorre desde fevereiro e já apreendeu equipamentos de desmate e aplicou diversas multas contra agropecuários.

As informações são do superintendente do Ibama em Sinop, Waldivino Gomes da Silva. Ele explica que a operação é preventiva, com base no histórico de desmatamento que ocorre na região.

De acordo com Gomes da Silva, o Exército montou duas bases na região para promover uma fiscalização ostensiva e mais eficaz.. Sem o Exército, o Ibama sentia “grandes dificuldades” de realizar operações na Amazônia Legal.

“Por exemplo, caso houvesse a necessidade de apreendermos um maquinário, nós não tínhamos a logística para isso. Agora, com o Exército, tudo é mais fácil. Tanto que recentemente apreendemos um trator que estava servindo para o desmate”, relatou Gomes.

Ele explicou que o desmatamento na Amônia Legal, seja por meio das queimadas, ou pela derrubadas de árvores com a utilização de tratores, é detectado pelo Inpe, que possui um sistema de monitoramento via satélite.

Com isso, segundo Gomes, fica prático para mapear os principais focos de queimadas e desmates na Amazônia Legal de Mato Grosso.

Sobre os números do desmatamento, Gomes disse que houve uma queda significativa nos últimos anos em Mato Grosso. “Mas, claro, o ideal seria existir zero de desmatamento da Amazônia Legal”, destacou.

Ele acrescentou que a operação prossegue até final do ano.

Onda Verde

A Operação Onda Verde ocorre nos estados que abrangem a Amazônia Legal, são eles: Rondônia, Acre, Amapá, Pará, Amazonas, Roraima, Tocantis, além de parte de Mato Grosso e do Maranhão.

Ao todo a operação envolve mais de 1,5 mil agentes ambientais e homens do Exército, que tem à disposição helicópteros e 100 veículos adaptados para apoiar as operações de campo.

De fevereiro pra cá, a equipe já embargou 252 mil hectares e apreendeu 117 mil metros cúbicos de madeira serradas e 68 mil de metros cúbicos de madeira em tora. Também foram emitidos 4 mil autos de infração, com multas que chegam a R$ 1,9 bilhão, e apreendidos 158 tratores, 86 caminhões, 291 motosserras e 44 armas de fogo.

As informações desse balanço são da Agência Brasil.

Nenhum comentário:

Postar um comentário