Últimas Notícias

16/10/2014 - EXÉRCITO DESCOBRE MILITARES CUBANOS DISFARÇADOS NO “MAIS MÉDICOS”

CUBA INFILTROU MILITARES NO PROGRAMA MAIS MÉDICOS
EXÉRCITO DESCOBRE MILITARES CUBANOS DISFARÇADOS NO “MAIS MÉDICOS”
Publicado: 16 de outubro de 2014 às 0:04 - Atualizado às 0:15
FONTE:Por: 
Antonio Cruz ABr - Jair Bolsonaro
Deputado reeleito Jair Bolsonaro. Foto: Antonio Cruz/ABr
Informe reservado “Mensagem Direta de Inteligência” (MDI) ao ministro Celso Amorim (Defesa) atestou que a ditadura cubana infiltrou militares no programa Mais Médicos. A descoberta foi da Base de Administração e Apoio do Ibirapuera, do Comando Militar do Sudeste, em São Paulo, que recebe gente do Mais Médicos. Ouvido, um suspeito confessou ser capitão do Exército cubano, e que não está sozinho. Amorim nada fez.
Militares brasileiros desconfiaram do “médico” por seus hábitos de caserna (cama sempre arrumada, por exemplo). Era o capitão cubano.
A infiltração de militares no Mais Médicos repercutiu na Câmara. O deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ) quer convocar Amorim a se explicar.
Bolsonaro avisa que não adianta Celso Amorim negar a existência do informe reservado que lhe foi enviado: ele obteve cópia do documento. 

10/10/2014 - Operação Amazônia aprimora interoperabilidade das Forças Armadas

Será a terceira edição da Operação Amazônia, que reunirá 4 mil militares das forças singulares (detalhes na infografia abaixo) e terá como teatro de operações as cidades de Manaus, Boa Vista e Normandia – a cerca de 180 km da capital de Roraima.

O objetivo da Operação Amazônia é aperfeiçoar a logística e os métodos operacionais das forças singulares. “É uma excelente oportunidade de manter a capacidade operativa das tropas brasileiras na região, sempre a fim de garantir a soberania nacional. Além de aprimorar a interoperabilidade das Forças Armadas”, explicou o general Eduardo Paiva Maurmann, chefe do Centro de Operações do Comando Militar da Amazônia.
A operação inclui ações de controle de tráfego fluvial e proteção de estruturas críticas, como estações de energia e barreiras; operações terrestres ofensivas e defensivas; lançamentos de paraquedistas; defesa antiaérea; tarefas de interdição e de combate e coordenação do espaço aéreo. Além disso, serão realizadas ações cívico-sociais junto às comunidades ribeirinhas.
 
Entre os equipamentos que serão empregados no exercício estão helicópteros Blackhawks, navios-patrulha fluviais, blindados Cascavel, baterias antiaéreas de baixa altura Igla e Guepardi, os caças A-29 Super Tucano e o cargueiro C 130.
Esta é a terceira edição do treinamento, que aconteceu em 2011 e 2012 na região norte. Este último, na foz do rio Amazonas, envolveu os estados do Amazonas, Pará, Rondônia e Acre.
Arte: Pedro Dutra
Fotos: Tereza Sobreira
Assessoria de Comunicação
FONTE: Ministério da Defesa
61 3312-4071

09/10/2014 - Três empresas apresentam propostas para reconstrução da base brasileira na Antártica

Brasília, 09/10/2014 – Três propostas foram apresentadas para a licitação internacional de reconstrução da Estação Antártica Comandante Ferraz (EACF), que teve parte de sua estrutura destruída por um incêndio em 2012. O certame prevê a seleção e a contratação por menor preço. O valor máximo das obras é de US$ 110,5 milhões. O nome do vencedor deve ser divulgado nas próximas semanas.


Apresentaram propostas o consórcio formado pela brasileira Ferreira Guedes e pela chilena Tecno Fast; a empreiteira chinesa CEIEC; e a empresa finlandesa FCR Finland.
A Antártica é considerada um dos continentes mais importantes do planeta por suas riquezas minerais e por concentrar 76% de toda a água doce do planeta. Desde o início do Programa Antártico Brasileiro (Proantar), em 1982, o Brasil vem desenvolvendo importantes pesquisas nas áreas de Oceanografia, Biologia, Biologia Marinha, Glaciologia e Geologia, entre outras.

Imagens e informações: Marinha do Brasil
Assessoria de Comunicação
FONTE: Ministério da Defesa
61 3312-4071

08/10/2014 - CLUBE MILITAR: AÉCIO PODE "INTERROMPER SOVIETIZAÇÃO"

08/10/2014 - Quadro Especial: Exército fixa limites para promoção dos Cabos com CFC

FONTE:    O Boletim Especial do Exército nº 22   de 06/10/2014


Art. 2o Recomendar aos Comandos Militares de Área (C Mil A) que possuam Cabos e
Taifeiros-mores abrangidos pelos limites constantes desta Portaria, entre outras atribuições impostas pela
legislação, o seguinte:
I - cumprir o previsto nos documentos listados a seguir, que regulam o ingresso no QE:
a) Lei no 12.872, de 24 de outubro de 2013, que cria o Quadro Especial de Terceiros-
Sargentos e Segundos-Sargentos do Exército (QE);
b) Decreto no 8.254, de 26 de maio de 2014, que regulamenta a Lei no 12.872, de 24 de
outubro de 2013;
c) Regulamento de Promoções de Graduados (R-196), aprovado pelo Decreto no 4.853, de
6 de outubro de 2003, com as alterações do Decreto no 6.255, de 13 de novembro de 2007;
d) Normas Técnicas (NT) no 09-DA Prom - Promoção de Graduados no Quadro Especial;
e) Normas Técnicas sobre as Perícias Médicas no Exército (NTPMEx), aprovadas pela
Portaria do DGP no 247, de 7 de outubro de 2009, alterada pelas Portarias do DGP no 133, de 29 de junho
de 2010, e no 067, de 12 de maio de 2011; e
f) Parâmetros de Aptidão Física, para fins de promoção, aprovados pela Portaria do
Comandante do Exército no 135, de 19 de março de 2007.
II - Organizar e publicar em Boletim de Acesso Restrito o respectivo QA, e remeter 1
(uma) cópia à Diretoria de Avaliação e Promoções (DA Prom), até 10 (dez) dias após a publicação.
Art. 3o Recomendar aos Comandantes (Cmt), Chefes (Ch) e Diretores (Dir) das
Organizações Militares (OM) que possuam Cabos e Taifeiros-mores, abrangidos pelos limites constantes
desta Portaria, que realizem os procedimentos administrativos a seguir, dentre outras atribuições impostas
pela legislação:
I - publicar em Boletim Interno (BI) ordem encaminhando os militares em questão para a
realização de Inspeção de Saúde, estando dispensados aqueles que já a tenham realizado, por ocasião do
processamento da promoção anterior, desde que satisfaçam, na data da promoção, 1o de dezembro de
2014, o prazo de validade estabelecido no Anexo “A” (Quadro Sinóptico da Validade das Inspeções de
Saúde) às NTPMEx;
II - remeter ao C Mil A enquadrante, até 14 de novembro de 2014, os seguintes
documentos das NT no 09-DA Prom:
a) Quadro de Organização de Cabos com 15 (quinze) ou mais anos de serviço, conforme
modelo previsto no Anexo "A";




        Chegou merecido reconhecimento, Parabéns a todos... 

07/10/2014 - Orçamento de 2015 assegura R$ 1 bilhão para aquisição dos caças Gripen NG


Brasília, 07/10/2014 – O Projeto de Lei Orçamentária Anual (PLOA) para 2015 deverá contemplar um total de crédito na ordem de R$ 1 bilhão para aquisição dos caças Gripen New Generation (NG), Projeto FX-2 da Força Aérea Brasileira (FAB). A sinalização desse montante de recursos foi feita nesta segunda-feira (06), durante reunião do Comitê de Acompanhamento do Projeto FX-2 no Ministério da Defesa.

Para o presidente da Comissão Coordenadora do Programa Aeronave de Combate (Copac), brigadeiro José Augusto Crepaldi Affonso, a indicação “demonstra o comprometimento do governo com o projeto”, que, pelo cronograma original, deverá ter seu contrato assinado até dezembro deste ano. A previsão é que os 36 caças, desenvolvidos pela empresa Saab, sejam entregues entre 2019 e 2024.

Além dos recursos, o projeto FX-2 também deverá ter incrementos no quesito transferência de tecnologia. Segundo o brigadeiro Crepaldi, graças aos avanços nas negociações, a participação da indústria brasileira de defesa nesse projeto se dará em maior escala, estando presente em mais etapas do que o que estava previsto anteriormente. Para se ter uma ideia, já em 2015, mais de cem profissionais brasileiros da indústria de defesa deverão se mudar para Linköping, cidade localizada no sul da Suécia, onde iniciarão o processo de transferência de tecnologia dos caças Gripen NG. 
O brigadeiro Crepaldi ressaltou a importância das reuniões do comitê que acompanha o andamento do projeto FX-2. “A reunião do comitê gestor é muito importante porque possibilita, via Ministério da Defesa, uma interação com todos os órgãos de governo responsáveis pelo projeto em seu mais alto nível”, disse. “As orientações que saem daqui fluem muito mais rápido em todos os níveis de governo, facilitando o projeto como um todo”, concluiu.
Sea Gripen: Defesa Aeronaval
Na reunião do comitê também foi debatida a possibilidade de o contrato a ser assinado com a Suécia contemplar ainda, no pacote de transferência de tecnologia, um estudo sobre a viabilidade de o Gripen NG ser desenvolvido para uso da Marinha, como aviões de caça embarcados.

O almirante Carlos Frederico Carneiro Primo, chefe da Diretoria de Aeronáutica da Marinha, explica que a ideia é que esse estudo entre como offset (tipo de compensação comercial comum em acordos de importação) do contrato e, caso seja viável, poderá representar um “ganho logístico” importante para o Brasil.
“Se eu compro um avião e utilizo esse mesmo modelo em outra Força, eu ganho no ciclo de vida, na manutenção e na operação da aeronave, reforçando os quesitos da interoperabilidade, ou seja, da capacidade de as três Forças conversarem”, explicou o almirante.
Fotos: Jorge Cardoso
Assessoria de Comunicação
FONTE: Ministério da Defesa
61 3312-4071

07/10/2014 - Brasil faz história e conquista três medalhas no Mundial Militar, nos EUA

06/10/2014 18h49 - Atualizado em 06/10/2014 18h50

Aline Silva leva inédito ouro na categoria até 75kg, e país fecha a competição com o melhor desempenho da sua história. Joice Silva e Dailane Gomes faturam o bronze

FONTE: Por Nova Jersey, Estados Unidos
Com o seu melhor desempenho na história da competição, a seleção brasileira de luta olímpica encerrou, nesta segunda-feira, a sua participação no Mundial Militar de Nova Jersey, nos Estados Unidos. Representada por oito atletas, a delegação do Brasil volta para casa com três medalhas, sendo uma de ouro, com Aline Silva, categoria até 75kg, a primeira do país na competição, e duas de bronze com Joice Silva (58kg) e Dailane Gomes (63kg).
Joice Silva, Aline Silva e Dailane Gomes exibem as medalhas do Mundial Militar de luta olímpica (Foto: Divulgação/CBLA)
- Estou muito feliz por ter conseguido mais essa conquista inédita para nosso país e por representar também a Marinha do Brasil, que tem apoiado bastante a luta olímpica.  Todos os meus colegas de equipe lutaram muito bem e tenho certeza que  sair do primeiro mundial militar com três medalhas foi um ótimo resultado - explicou Aline Silva, que soma quatro pódios em grandes competições internacionais em 2014. 
Disputaram o Mundial Militar deste ano mais de 200 atletas de 24 países, sendo 18 medalhistas mundiais e seis medalhistas olímpicos. Em 2013, a competição foi disputada no Irã, sem a participação feminina por conta da lei do país. Na ocasião, o Brasil esteve perto do pódio no estilo greco-romano. com Diego Romanelli (59kg) e Davi Albino (86kg) - ambos atletas terminaram em quinto lugar em suas respectivas categorias.
VEJA TODOS OS RESULTADOS DO BRASIL EM NOVA JERSEY
Luta Feminina
Aline Silva - ouro categoria até 75kg
Joice Silva - bronze categoria até 58kg
Dailane Gomes - bronze categoria até 63kg
Susana Santos -  4º lugar categoria até 48kg
Estilo greco-romano
Davi Albino - 5º categoria até 98kg
Diego Romanelli - 5º lugar categoria até 59kg
Ângelo Moreira - 8º lugar categoria até 71kg
Estilo livre
Adrian Jaoude - 10º lugar categoria até 86kg

06/10/2014 - Centro de Lançamento da Barreira do Inferno lança foguete de treinamento

Publicado: 2014/06/10 09: 42h
ATIVIDADE fez Parte da Programação do IV Fórum de Pesquisa e Inovação Realizado no Rio Grande do Norte
Como 15h35min da jornal Última quinta-feira (02/10), o Centro de Lançamento da Barreira do Inferno (CLBI) concluiu, com Êxito, Mais UMA Operação de Lançamento de Foguete de Treinamento hum Básico (FTB). A ATIVIDADE fez Parte da Programação do IV Fórum de Pesquisa e Inovação (FOPI), Que Aconteceu Durante Toda a Semana NAS Instalações da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), e reuniu pesquisadores de Universidades do Brasil e do exterior, de Além de Representantes do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE).
Neste Ano, Pela Primeira Vez, o Evento ESTA acontecendo los Conjunto com o V Simpósio Brasileiro de Geofísica Espacial e Aeronomia (SBGEA). O professor da UFRN e hum dos responsáveis ​​Pela Parceria Inédita Entre o SBGEA EO FOPI, José Henrique Fernandez, acredita Que o Diálogo Entre como Instituições envolvidas Parcerias Vai abrir Portas Pará Futuras.  "Conhecermos o CLBI, um DISPONÍVEL Infraestrutura, a Logística do Lançamento e como characteristics dos foguetes Vai Nos permitir, EM Curto Prazo, colocar Cargas Úteis Nossas Nos Próximos Lançamentos ", professor Afirma o. O professor acredita Que a Parceria PODE colocar Natal Como um Aeroespacial nordestina de capital, atraindo Investimentos Industriais e de Pesquisa.
Segundo o Diretor do CLBI, Coronel Maurício Alcântara, o Evento JÁ rendeu frutos. "Desde o Início da Semana, fechamos ja Parcerias Pará Projetos Cinco Conjuntos, ea reitora da UFRN fez UMA reuniao parágrafo demonstrar Interesse los viabilizar a Criação do Curso de Engenharia Aeroespacial na Universidade".
FONTE:   FAB

06/10/2014 - Marinha do Brasil inicia a 33ª edição da Operação Antártica


Rio de Janeiro, 03/10/2014 - A Marinha do Brasil envia, na próxima semana, duas embarcações ao continente gelado para dar continuidade às ações do Programa Antártico Brasileiro (PROANTAR). Partem da Base Naval, em Niterói (RJ), o Navio de Apoio Oceanográfico “Ary Rongel”, na segunda (6/10), e o Navio Polar “Almirante Maximiano”, na sexta (10/10). Será o início da 33ª Operação Antártica (Operantar).

Ambas embarcações desatracarão às 10h30. Antes de chegar à Antártica, os navios polares realizarão escalas em Rio Grande (RS), Montevidéu (Uruguai), Buenos Aires (Argentina), Ushuaia (Argentina) e Punta Arenas (Chile). O regresso está previsto para abril de 2015.
Os navios executarão tarefas de apoio logístico aos Módulos Antárticos Emergenciais (MAE) da Estação Antártica Comandante Ferraz (EACF). Também vão auxiliar projetos de universidades brasileiras, nas áreas de Oceanografia e Hidrografia, Biologia, Geologia, Antropologia e Meteorologia, realizando levantamentos oceanográficos, coletas de amostras de água e solo marinho, estudo das aves, pesquisas geológicas nas ilhas do arquipélago das Shetland do Sul e península antártica, além de observações meteorológicas e do comportamento das massas de água na região, que tanto influenciam o clima do planeta.
Para cumprir tais tarefas, os navios transportam helicópteros modelo Esquilo bi-turbina e Destacamentos Aéreos Embarcados (DAE), composto por militares do Primeiro Esquadrão de Helicópteros de Emprego Geral (HU-1). Contam também com o apoio de equipes de mergulhadores, oriundos da Força de Submarinos da Esquadra Brasileira, aptas a realizar suas tarefas nas geladas águas antárticas.
As embarcações
Incorporado à Marinha em 1994, o Navio de Apoio Oceanográfico “Ary Rongel”, também conhecido como “Gigante Vermelho”, foi construído no estaleiro Hoylandsdygo George Ei Des Sonner A/S, na Noruega. Está preparado para navegação em regiões polares e para operações em campos de gelo fragmentado. O navio está na sua 21ª comissão austral sob o comando do capitão-de-mar-e-guerra Sérgio Lucas da Silva.
O “Gigante Vermelho” possui dois laboratórios para apoio à pesquisa e dois porões com capacidade de 1.254 m³ para o transporte de carga. É dotado de equipamentos de navegação e de apoio, tais como guincho oceanográfico e geológico, arco de popa, ecobatímetros para pequenas e grandes profundidades, GPS e uma estação de acompanhamento de informações meteorológicas.
Carinhosamente chamado de “Tio Max” pela tripulação, o Navio Polar “Almirante Maximiano” foi construído em 1974, no estaleiro Todd, nos Estados Unidos, tendo sido comissionado como Navio de apoio (Supply Vessel) às plataformas de petróleo no Mar do Norte e incorporado a Marinha do Brasil em 03 de fevereiro de 2009. Está em sua 6ª comissão austral sob o comando do capitão-de-mar-e-guerra José Benoni Valente Carneiro.

Preparado para navegação em regiões polares, o navio possui guincho geológico capaz de coletar amostras do assoalho marinho em profundidades de até 1º mil metros; guincho oceanográfico que opera em profundidades de até 8 mil metros; cinco laboratórios; estação meteorológica; sistema de posicionamento dinâmico (DP) que permite manter-se imóvel em determinada latitude e longitude; ecobatímetro multifeixe; perfilador de corrente marinha (ADCP); perfilador de sedimentos do subsolo marinho (SBP); e quatro embarcações infláveis.

Proantar
Caracterizado pela pesquisa e pela produção científica, o PROANTAR teve início em 1982, com a aquisição do já desativado Navio de Apoio Oceanográfico “Barão de Teffé”. Desde então, o Brasil mantém presença constante no continente antártico por meio dos navios e da tripulação da Estação Antártica Comandante Ferraz (EACF) que, neste momento, ocupam provisoriamente os Módulos Antárticos Emergenciais (MAE), até a finalização da construção da nova estação antártica brasileira, que substituirá a original destruída por um incêndio em outubro de 2012.
Informações: Diretoria de Hidrografia e Navegação da Marinha
Fotos: Marinha do Brasil
Assessoria de Comunicação
FONTE: Ministério da Defesa
61 3312-4071

Aécio Neves PRESIDENTE

Aécio Neves do FACEBOOK
Brasileiros espalhados em todo o mundo sabem que o nosso País pode mudar, pode avançar muito! Vamos votar pela força que o Brasil precisa! Estamos unidos pelo desejo de transformação e pelo compromisso de fazer com que o Brasil cumpra o seu destino: ser para sempre uma grande Nação, justa, ética e forte. Vamos juntos! Votem!

Confirme seu voto: http://on.fb.me/YKLxuP

#EuVotoAécio45 #MudaBrasil #Virada45

Foto: Brasileiros espalhados em todo o mundo sabem que o nosso País pode mudar, pode avançar muito! Vamos votar pela força que o Brasil precisa! Estamos unidos pelo desejo de transformação e pelo compromisso de fazer com que o Brasil cumpra o seu destino: ser para sempre uma grande Nação, justa, ética e forte. Vamos juntos! Votem!

Confirme seu voto: http://on.fb.me/YKLxuP

#EuVotoAécio45 #MudaBrasil #Virada45

04/10/2014 - Segurança – Força Aérea recebe dois alvos aéreos remotamente pilotados para o treinamento dos esquadrões de caça


Os militares do Esquadrão Hórus começaram o curso de introdução ao sistema “Diana” – alvo aéreo e Aeronave Remotamente Pilotada (ARP) que será operada pelo esquadrão a partir de 2015. O Diana será recebido como parte dos projetos de compensação dos contratos da Força Aérea Brasileira com a empresa Airbus Defense and Space para a compra das aeronaves C/SC-105 Amazonas e modernização das P-3AM. O contrato prevê a entrega de duas unidades do Diana, uma estação de controle de solo e um sistema de lançamento móvel.
Como alvo aéreo, a aeronave será usada para o treinamento dos esquadrões de caça. Caso seja atingido, o Diana aciona seu paraquedas e cai no mar para ser posteriormente resgatado e utilizado em novas missões. O curso de introdução ao sistema Diana, com duração de uma semana, é ministrado por integrantes do Instituto Nacional de Técnica Aeroespacial (INTA), instituição subordinada ao Ministério da Defesa da Espanha, que será responsável pela transferência de tecnologia para o Brasil.
 Além dos militares do Esquadrão Hórus, o curso tem a participação de representantes da Base Aérea de Santa Maria (BASM), do Comando-Geral de Operações Aéreas (Comgar), do Parque de Material Aeronáutico de São Paulo (Pama-SP), da Marinha do Brasil e do Exército Brasileiro. Também participam civis da empresa Equipaer, que produzirá o Diana no Brasil.
O Esquadrão Hórus, sediado na BASM, opera atualmente as aeronaves remotamente pilotadas RQ-450 e RQ-900 da Força Aérea Brasileira.
FONTE: PORTAL BRAGANÇA -SP

03/10/2014 - Portões Abertos da Base Aérea de Florianópolis

A Base Aérea de Florianópolis (BAFL) realizará no dia 09 de novembro, a partir das 09:00h, o seu tradicional “Dia dos Portões Abertos”.

A comunidade catarinense pode se divertir conhecendo os aviões e atividades da Força Aérea Brasileira e participando de várias atrações ligadas à aviação. Destacam-se entre elas os sobrevoos de aeronaves militares e civis, acrobacias aéreas, aeromodelismo, exposições estáticas de aeronaves, apresentação da Banda de Música da Base Aérea de Florianópolis e de grupos musicais locais, demonstração de cães adestrados da Polícia Militar e a Exposição estática da Esquadrilha da Fumaça.

Contamos, ainda, neste dia, com estandes de empresas catarinenses colaboradoras do evento. Além de divulgar os seus produtos, as empresas veem suas marcas fortalecidas pela associação a um evento que proporciona lazer, cultura e diversão à sociedade catarinense e agrada os públicos de todas as idades.

Também é montada uma praça de alimentação e um espaço para vendas de artesanato e produtos ligados à aviação, para que os visitantes possam saborear os mais diversos lanches e doces e levar boas lembranças do evento.

A locução oficial ficará por conta do Membro Honorário da Força Aérea Brasileira, Sandro Rocha.

A estimativa de público para este ano é de 30 mil pessoas. O objetivo maior dos “Portões Abertos” é a integração com a comunidade, que poderá conhecer mais de perto o trabalho desenvolvido pelos militares da Força Aérea Brasileira.

SOLIDARIEDADE:

A entrada no Portões Abertos 2014 é franca. A organização do evento pede a colaboração com a doação de 1 kg de alimento não perecível, que posteriormente vai ser repassado a instituições que necessitem, e possibilitará ao colaborador concorrer a um voo panorâmico na Aeronave Caravan, da Base Aérea de Florianópolis.

CONTATOS:

Stands (artesanato, produtos naturais, flores...)
Tenente Lima/Tenente Sonia/Tenente Aliki: stands@bafl.aer.mil.br
Vendedores Ambulantes (cadastro)
Tenente Diego Barros: ambulantes@bafl.aer.mil.br

Expositores de Aeromodelismo e Plastimodelismo
Tenente Julio: expositores@bafl.aer.mil.br
Grupos de Escoteiros e Dança
Tenente Terra: escoteirosedanca@bafl.aer.mil.br

Praça de Alimentação
Capitão Celso / Tenente Eike: alimentacao@bafl.aer.mil.br

INFORMAÇÕES:

Seção de Comunicação Social: (48) 3229-5022 / scs@bafl.aer.mil.br

Acesse: www.bafl.aer.mil.br ou www.anjodaguardafest.com.br
FONTE: FACEBOOK

03/10/2014 - INSATISFEITOS COM DILMA, MILITARES TENTAM DIÁLOGO COM AÉCIO E MARINA

Programas de Candidatos à Presidencia fazem REFERÊNCIAS genéricas à Modernização da Frota e à Valorização dos Militares Como Elementos Essenciais Para a Segurança Nacional.


None dos Três Candidatos Mais representativos à Presidencia apresentou propostas Específicas Pará Como FFAA, Que conduzem Programas complexos Como o F-X2 EO Prosub
fonte: Folha Cátia Seabra e Lucas Ferraz

Insatisfeitos com o Governo de Dilma Rousseff (PT), integrantes das Forças Armadas, da Ativa e da Reserva, abriram adversarios Canais de Diálogo Com Os do PT.
Militares TEM conversado com o Comando das Campanhas de Marina Silva (PSB) e Aécio Neves (PSDB) do Pará oferecer Apoio e Colaboração NAS áreas de Segurança e Defesa Nacional. ATE MESMO o nanico Levy Fidelix (PRTB) se reuniu com hum Grupo de Oficiais n'uma churrascaria de Brasília.
Segundo Militares Ouvidos Pela Folha, de Além da declarada insatisfação com a Estrutura considerada ociosa, Enguias se preocupam los desenhar OS Possíveis Cenários Políticos a Partir da eleição de outubro.
"Geralmente Nos reunimos com Todos, mas sou radicalmente contra o PT. E UMA Estratégia de Planejamento das Forças Armadas", afirmou o da reserva Geral Rocha Paiva, that also E Pesquisador do Centro de Estudos Estratégicos do Exército.
A interlocução dos Militares com a Oposição adensou-se no Início do Ano. Com o PSB, Como tratativas contaram com o aval Fazer entao Candidato à Presidencia, Eduardo Campos, Morto num Acidente aéreo, Nenhum paulista litoral, EM agosto. Uma ponte com o Partido FOI Feita Pelo diplomata José Viegas, um dos MINISTROS da Defesa do Governo Lula (2003-10).
Recentemente, Segundo integrantes da Campanha de Marina Silva, ELA FOI POR procurada Oficiais do Exército e da Marinha, mas ELA TEM RECOMENDADO Que a Articulação Fique Paragrafo Segundo o turno. AINDA Segundo coordenadores da Campanha, Marina deseja Cuidar pessoalmente Fazer ASSUNTO.
"Como Forças Armadas O Estação preocupadas COM DUAS Encontra los los em Coisas, o Orçamento that seca ea Comissao da Verdade", afirmou José Viegas.
Alem do Que consideram o sucateamento das armas, Os Oficiais o Estação particularmente irritados com OS Trabalhos da Comissão Nacional da Verdade, criada Pelo Governo Dilma e Que Não Tem hum Único Representante das Forças Armadas los SUA Composição.
Outro Ponto Que Causa polêmica E a possibilidade de Revisão da  Lei da Anistia . Pessoalmente, Dilma Acha Que UMA lei, Que proíbe julgar OS Militares Pelos Hook crimes Gancho da epoca, revogada Deveria SER, MAS Seu Governo Nunca Tomou QUALQUÉR Iniciativa Nesse SENTIDO.
Aécio Neves e Marina Silva disseram Já, publicamente, Ser contrários à REVISÃO da Legislação, o that was entendido Pelos Militares Como UMA Sinalização Positiva.
Com o PSDB, Uma Conversa com OS Militares FOI intermediada Pelo ex-Embaixador Rubens Barbosa, Responsável POR coordenar o Programa de Aécio Pará Como áreas de Defesa Nacional, Politica Externa e Comércio Exterior. "Tomamos UMA Iniciativa de procurar OS Militares Paragrafo discutir OS Problemas Que o Setor enfrenta ", Disse. "Uma Conversa SERVIU Paragrafo me ajudar a escrever o Programa", ressaltou Barbosa.
Mas UMA Conversa com o tucano, contudo, Remonta UMA Naquele Ano 2010, AINDA Antes de o Partido escolher José Serra Como o Candidato à Presidencia, Aécio se reuniu com hum Grupo encabeçado Pelo da reserva Maynard Marques Santa Rosa Geral. Neste Ano, o senador adotou tom cauteloso hum nd Relação com OS Militares. Como Marina, lidar prefere pessoalmente num eventual turno Segundo. Segundo a Folha apurou, ELE temia Que SUA Candidatura Fosse caracterizada à Direita.
Assumidamente de Direita, o Candidato Levy Fidelix Conta ter Sido convidado Pelos Militares Paragrafo hum Almoço n'uma churrascaria em Brasília. Segundo Levy - Cujo o vice--E militar -, havia nenhuma Encontro Oficiais da Ativa e da Reserva.
A intenção era buscar Representantes Nenhum Congresso Nacional, um Exemplo DOS evangélicos, Como e alertar Paragrafo Riscos UM "Socialização" Pais FAZER, o fortalecimento dos Movimentos Sociais, Como distorções das atribuições Militares ea Entrada descontrolada de emigrantes Pela Fronteira. ELES also reclamam do congelamento DOS salarios. "ELES o Estação atentos um preocupados Tudo É Muito", Disse.
Via:  DEFESANET

Postagens populares

Hoje é

31

893

fãs
6919
artigos
comentários

 
Support : | | Mas Template
Copyright © 2009 - 2014. http://militaresbrasil.blogspot.com.br - All Rights Reserved
Template Created by Published by
Proudly powered by Blogger