27 de ago de 2013

27/08/2013 - Autuado, militar que tentou descer de rapel ponte Rio-Niterói protestava por melhores salários

Sargento foi autuado por expor vida de outros a risco e ficará detido em quartel

Sargento disse que protestava contra defasagem de salários do Exército e melhores condições de trabalhoSeverino Silva / Agência O Dia
O homem que tentou nesta terça (27) descer de rapel a ponte Rio-Niterói disse à polícia que protestava contra defasagem de salários no Exército e por melhores condições de trabalho. Vinícius Feliciano Machado, de 29 anos, é sargento do Exército e serve a força há 11 anos. Ele está lotado há sete no Centro de Capacitação Física do Exército, na Urca, zona sul do Rio.

Segundo ele, que usava uniforme militar na hora da ação, o protesto era planejado há dois anos. O sargento foi autuado por expor a vida de outros a risco, delito de menor potencial ofensivo. Às 11h, ele aguardava na Delegacia de Niterói (76ªDP) transferência para o Centro de Capacitação.

A assessoria de imprensa do Exército disse ao R7 que, inicialmente, ele ficará detido em quartel para averiguação. O Exército instaurou uma sindicância para averiguar o caso.

A ação inusitada, ocorrida no vão central da ponte, sentido praça do pedágio, causou retenção no trânsito da ponte no começo da manhã desta terça. Motoristas curiosos reduziram a velocidade para acompanhar o ato do militar.

Segundo a concessionária que administra a ponte, o militar parou o veículo na pista, dando início à descida de rapel, porém, ele não chegou a alcançar as águas da baía de Guanabara, pois foi abordado antes por equipes de resgate. O Grupamento Aéreo-Marítimo também foi chamado para retirar o homem da ponte.
Assista ao vídeo:

Um comentário:

  1. Isso é o desespero, infelizmente é o retrato real da situação dos militares do Brasil.
    Enquanto isso hordas de bandidos mascarados depredam toda a cidade e ninguém faz nada, e nem presos são, infelizmente esse companheiro com certeza irá sofrer todo o tipo de represália.

    ResponderExcluir