28 de mar de 2013

28/03/2013 - Conheça o Centro de Instrução de Operações no Pantanal


OPERAÇÕES NO PANTANAL
Áreas inundáveis, com características de pântanos, são encontradas em várias partes do mundo. Na América do Sul existe uma vasta área sujeita a inundações, denominada “GranChaco”, que engloba parte dos territórios brasileiro, boliviano e paraguaio. No Brasil, essa região é conhecida por “Pantanal”.
          O Pantanal, com cerca de 150.000 km², ocupa uma parcela dos estados de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, na “fronteira” do Brasil com a Bolívia e o Paraguai. Constitui porção do território nacional de invejável biodiversidade, formada por grandes extensões de terras inundáveis, adjacentes à bacia hidrográfica do Rio Paraguai.
          Embora a sua denominação transmita idéia de uma homogênea planície alagada, a vegetação diversificada, a variação do relevo e um regime ímpar de cheias e vazantes fazem do Pantanal um ambiente operacional bastante específico e complexo. 
          A Força Terrestre, verificando a necessidade de possuir uma tropa especializada em operar em ambiente com as características do Pantanal, designou, por indicação do Comando Militar do Oeste e 9ª Divisão de Exército (CMO/9ª DE) , o 17º Batalhão de Fronteira (17º B Fron), sediado em           Corumbá (MS) e subordinado à 18ª Brigada de Infantaria de Fronteira, como unidade de emprego peculiar (Portaria nº 423, de 16 de junho 1997).
Em 1998, o CMO/9ª DE propôs ao Estado-Maior do Exército a criação de um Núcleo de Operações no Pantanal que deu origem à Seção de Instrução de Operações no Pantanal (SIOP), que tinha o encargo de ministrar Estágios de Operações no Pantanal (EOPan) para oficiais e sargentos que serviam naquele comando militar de área. Naquele mesmo ano, foi realizado o primeiro estágio com a colaboração de oficiais e sargentos possuidores do Curso de Operações na Selva e do Curso Expedito de Pré-Comissão no Pantanal, coordenado pela Marinha do Brasil.A partir de 1999, foram realizados dois estágios a cada ano, um para oficiais e um para sargentos.
          Em 2011 a SIOP tornou-se o Centro de Instrução de Operações no Pantanal(CIOpPan), tendo como incumbência ministrar o EOPan, agora estágio geral, para oficiais e sargentos, o Estágio Básico de Operações no Pantanal (EBOPan) para os cadetes da AMAN e alunos da EsSA, o Estágio de Adaptação ao Pantanal (EAPan) na guarnição de Corumbá (MS), além de contribuir com a pesquisa, aperfeiçoamento e desenvolvimento da doutrina alusiva ao ambiente operacional do Pantanal.

           
          Cabe ressaltar que o 17º B Fron recebeu, como encargos adicionais, a missão de cooperar com a instrução de unidades componentes da Força de Ação Rápida e efetivos de estabelecimentos de ensino, atendendo Pedidos de Cooperação de Instrução da Academia Militar das Agulhas Negras, Brigada de Infantaria Pára-quedista, 12ª Brigada de Infantaria Leve Aeromóvel, Aviação do Exército (AvEx), entre outros.  fonte:  17bfron

Nenhum comentário:

Postar um comentário